Seleção feminina supera Bulgária e consegue nona vitória na Liga das Nações

Publicado em: 01 DE JULHO

Seleção feminina supera Bulgária e consegue nona vitória na Liga das Nações
Bloqueio duplo do Brasil contra a Bulgária (Créditos: Divulgação/FIVB )

Da redação, no Rio de Janeiro (RJ) – 01.07.2022

Declarações em vídeo:

Gabi

Julia Kudiess

Macris 

A seleção feminina conseguiu a nona vitória na Liga das Nações pela penúltima rodada da fase classificatória. Nesta sexta-feira (01.07), o Brasil venceu a Bulgária por 3 sets a 0 (25/21, 25/20 e 25/18), em Sófia, na Bulgária. A ponteira e capitã Gabi foi a maior pontuadora do confronto, com 12 pontos. A equipe do treinador José Roberto Guimarães, já classificada para fase final, encerra a participação na fase classificatória às 10h30 deste sábado (02.07) contra a Tailândia. O sportv 2 transmite ao vivo.

Gabi, ponteira e capitã, maior pontuadora do confronto, com 12 acertos (12 de ataque): “Foram três pontos importantes na nossa classificação para fase final. Sabíamos que seria um jogo difícil contra a Bulgária jogando dentro de casa. Apesar de ter sido 3 sets a 0, foi um jogo complicado, principalmente no primeiro set quando nosso saque não funcionou tão bem e tivemos dificuldade no sistema de bloqueio e defesa. Apensar disso, crescemos na partida e isso é o mais importante. A Bulgária é um time corajoso no ataque. É seguir com essa evolução e vamos para o último jogo contra a Tailândia”.

Julia Kudiess, central, fez 11 pontos (oito de ataque e três de bloqueio): “Foi uma vitória importante para a nossa classificação. Temos que diminuir cada vez mais nossos erros e se unir como time. Não é fácil jogar contra o time da casa e a torcida búlgara fez uma festa bonita. Agora vamos pensar no jogo contra a Tailândia para irmos com tudo para a fase final na Turquia”.

Macris, levantadora: “Mais uma vitória importante contra o time da casa que contava com o apoio da torcida. Nós seguimos na luta para melhorar a classificação e para alcançar o ritmo de jogo que precisamos e nos fortalecer como grupo”.

Para a terceira etapa da Liga das Nações o técnico José Roberto Guimarães selecionou as levantadoras Macris e Roberta; as opostas Kisy e Lorrayna; as centrais Carol, Lorena, Júlia Kudiess e Mayany; as ponteiras Gabi, Pri Daroit, Rosamaria e Julia Bergmann; e as líberos Natinha e Nyeme.

Liga das Nações

Primeira etapa:

Shreveport – Bossier City – Louisiana

31/05 – Brasil 3 x 1 Alemanha (29/27, 23/25, 27/25 e 25/21)
02/06 – Brasil 3 x 0 Polônia (25/23, 25/21 e 25/22)
03/06 – Brasil 3 x 1 República Dominicana (25/9, 16/25, 25/18 e 25/17)
04/06 – Brasil 0 x 3 Estados Unidos (21/25, 20/25 e 18/25)   

Segunda etapa:

Brasília (DF)

15/06 – Brasil 3 x 1 Turquia (19/25, 25/23, 25/23 e 25/23)
16/06 – Brasil 3 x 0 Holanda (25/16, 25/15 e 25/23)
18/06 – Brasil 1 x 3 Itália (17/25, 15/25, 25/14 e 14/25)
19/06 – Brasil 3 x 0 Sérvia (25/21, 25/9 e 25/21)

Terceira etapa:

Sofia (Bulgária)

28/06 (TERÇA-FEIRA) – Brasil 3 x 2 China (25/20, 25/23, 18/25, 21/25 e 15/11)   
30/06 (QUINTA-FERA) – Brasil 3 x 0 Coréia do Sul (25/17, 25/19 e 25/13)
01/07 (SEXTA-FEIRA) – Brasil 3 x 0 Bulgária (25/21, 25/20 e 25/18)  
02/07 (SÁBADO) – Brasil x Tailândia, às 10h30 – sportv 2

O Banco do Brasil é o patrocinador oficial do voleibol brasileiro


Banco do Brasil

PATROCINADOR OFICIAL

Parceiros Oficiais